Páginas

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

"Águia de Haia: 10 prefeitos baianos têm bens bloqueados; metade é filiado ao PDT.

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou o bloqueio dos bens de 10 prefeitos baianos após as investigações da operação “Águia de Haia, deflagrada pela Polícia Federal (PF), que identificou desvios de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). 

A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça em 20 de julho e atinge os prefeitos de Camamu (Emiliana Assunção Santos - PP), Itapicuru (José Moreira de Carvalho Neto - PDT), Livramento de Nossa Senhora (Paulo César Cardoso de Oliveira - PRP), Mairi (Raimundo de Almeida Carvalho - PDT), Mirangaba (Dirceu Mendes Ribeiro - PDT), Nova Soure (José Arivaldo Ferreira Soares - PDT), Paramirim (Júlio Bernardo Brito Vieira Bittencourt - PSD), Ruy Barbosa (José Bonifácio Marques Dourado - PT), Teixeira de Freitas (João Bosco Bittencourt - PT) e Uauá (Olímpio Cardoso Filho - PDT). 

A polícia suspeita que o esquema tenha desviado o montante de R$ 57 milhões em verbas federais para o uso exclusivo na área da educação. O registro dos autos, no entanto, não foram localizados nos sistemas da Justiça Federal ou do TJ-BA.Bahia Noticias

Bandidos explodem agência bancária e dos Correiros - Em Serra Preta.

Uma agência bancários e outras dos Correios do distrito de Bravo, no município de Serra Preta, no Centro Norte do Estado, foram alvo de ataques criminosos na madrugada desta terça-feira (1º). De acordo com Maria Izabel Rodrigues, titular da Delegacia Territorial, pelo menos cinco suspeitos a bordo de um carro preto participaram do roubo.
Durante a ação, que aconteceu por volta das 2h40, os criminosos usaram explosivos para detonar a área de autoatendimento da instituição, que foi totalmente destruída. Durante a fuga, uma agência dos Correios também foi arrombada. Não há informações da quantia levada por eles. O departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana foi acionada para fazer a perícia do local.
Os bandidos fugiram pela saída do Contorno em direção a estrada principal da região, a BA-052, conhecida como Estrada do Feijão. Ninguém foi preso até momento.Fonte:Aratu Online

Advogado responderá por ameaçar "arrancar a cabeça" de Dilma.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou nesta terça-feira (1º) que a Polícia Federal abra inquérito para apurar as declarações do advogado Matheus Sathler, que em vídeo divulgado pela internet no dia 25 de agosto, disse que, caso a presidenta da República, Dilma Rousseff, não deixe o cargo, irá “arrancar sua cabeça”.
“Assuma seu papel, tenha humildade para sair do nosso país, porque, caso contrário, o sangue vai rolar, e não de inocentes. […] Com a foice e com o martelo, vamos arrancar sua cabeça e pregar, e fazer um memorial para você”, diz Sathler no vídeo. Ele pede ainda para que Dilma deixe o cargo antes do feriado da Independência, porque, caso contrário, irá tirá-la do poder. Ele ainda sugere que a petista “se suicide”.
“Dilma Rousseff, renuncie, fuja do Brasil ou se suicide até o dia 6 de setembro. Caso contrário, dia 7 de setembro não vamos pacificamente para as ruas. Vamos juntamente com [sic] as forças armadas populares do Brasil defender o povo brasileiro e te tirar do poder.”
De acordo com a nota do ministério, a determinação de Cardozo foi encaminhada para o diretor-geral da PF. “O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou a abertura de inquérito pela Polícia Federal para apurar as ameaças proferidas contra a presidenta Dilma Rousseff pelo advogado Matheus Sathler Garcia […] A decisão do ministro foi encaminhada ao diretor-geral da Polícia Federal. As medidas legais serão aplicadas ao caso para que, realizada a investigação policial, possam ser tomadas as sanções penais cabíveis”, diz um trecho da nota.
Sathler é filiado ao PSDB desde 2011 e foi candidato a deputado federal pelo Distrito Federal nas eleições de 2014, mas não conseguiu se eleger. Durante a campanha, o partido determinou que ele retirasse do ar um vídeo com a proposta de criação de cartilhas “para ensinar meninos a gostar somente de mulheres” e o advertiu verbalmente. Ele continua filiado ao PSDB
Procurado pela Agência Brasil, Sathler não atendeu as ligações. Líder da oposição na Câmara e vice-presidente da Executiva Nacional do PSDB, o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) pediu, nesta terça, abertura de processo disciplinar no Conselho de Ética do partido contra Sathler.
Em nota, Bruno Araújo afirmou que o PSDB “prega a ética, a decência e a dignidade na condução de todas as questões políticas e não admite qualquer atitude antidemocrática ou de violência”. O deputado também defendeu a expulsão de Sathler do partido.
Presidente do PSDB/DF, o deputado federal Izalci Lucas informou que a manifestação de Sathler não reflete a posição do partido. Acrescentou que o advogado deve ser mesmo alvo de processo no Conselho de Ética. “Recebi reclamação de vários filiados. Vamos receber a notificação e levá-la ao conselho. O objetivo dele é polemizar e aparecer. O PSDB nunca faria dessa forma.”
O presidente do partido no DF também considerou importante a abertura de inquérito na PF e afirmou que o país não pode “virar essa guerra”, referindo-se a conflitos entre pessoas favoráveis e contrárias à presidenta Dilma e ao PT. “Toda manifestação radical merece uma investigação, porque não podemos apoiar qualquer iniciativa radical. Devemos punir os exageros. O país não pode virar essa guerra”, concluiu Izalci.Agência Brasil

  

"Eu fumava 70 pedras de crack por dia", conta Rafael Ilha ex-Polegar.

O músico Rafael Ilha relatou que usava grandes quantidades de drogas em períodos críticos de sua dependência química. “Eu fumava 60, 70 pedras de crack por dia”, falou o ex-Polegar em participação no Morning Show desta terça-feira (1º).
Rafael Ilha divulga a biografia “Rafael Ilha – As Pedras do Meu Caminho”, escrito pela jornalista e apresentadora Sonia Abrão. “As pedras simbolizam os problemas da vida e as pedras de crack. O título foi ideia do Rafa”, explicou Sonia. Na emissora, o artista, inclusive, trabalha como repórter do programa de sua biógrafa, mas está afastado para promover a publicação.
“O meu problema com a droga não tem nada a ver com o meio artístico. O sucesso me ajudou a sustentar o vício, mas não a me levar. Comecei a usar com 12 ou 13 anos”, disse ao citar ter usado maconha, benzina com goma de mascar e cola de sapateiro em matinês. “Com 15 anos eu namorava uma menina mais velha e experimentei cocaína. Na hora virei dependente”, disse o artista, hoje com 42.
Os problemas com drogas levaram Rafael Ilha a tentar suicídio em algumas ocasiões. “Às vezes eu tinha três ou quatro convulsões dentro de casa, roubava as coisas. Chega a um ponto que você precisa, sim, de uma internação compulsória”, defendeu ao citar ações humanizadas e com legalidade. O cantor e repórter contou ter sido submetido a tratamento com eletrochoques durante internações anteriores.
Ex-evangélico, Rafael relatou que Deus e a fé o ajudaram muito. “Procurei todos os tipos de religião com a minha família em busca da cura, fui para espiritismo, igreja messiânica, candomblé. Tentei de tudo”.
Para equipe de Edgard Piccoli, Rafael relatou também momentos de desespero e situações horríveis da vida. Um dos últimos momentos críticos, Rafael contou ter feito roleta russa acompanhado de 200 pedras de crack. Outra época crítica da vida de Rafael foi no Rio de Janeiro, após brigar com pai e mãe em São Paulo. Lá, morou em um morro dominado pelo tráfico e ajudou a produzir crack com bicarbonato de sódio e outras misturas.
Rafael Ilha contou que sua história irá virar filme. “Se tudo ficar dentro do prazo, em dois anos”, falou. A intenção do ex-polegar é ser interpretado pelo ator Fábio Assunção.
“Rafael Ilha – As Pedras do Meu Caminho” será lançado oficialmente nesta quarta-feira (2) em São Paulo. Foto: Divulgação Jovem Pan



Toxina produzida por vespa brasileira mata células de câncer.


O veneno de uma vespa brasileira, Polybia paulista, contém uma poderosa toxina que mata células de câncer, sem danificar células saudáveis. Agora, um grupo de cientistas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade de Leeds, na Inglaterra, descobriu exatamente como a toxina, chamada MP1, consegue abrir buracos exclusivamente nas células cancerosas, destruindo-as.

O estudo, publicado nesta terça-feira, 1, na revista científica Biophysical Journal, poderá inspirar a criação de uma classe inédita de drogas contra o câncer, segundo os cientistas. De acordo com um dos autores do estudo, Paul Beales, da universidade inglesa, a toxina MP1 não afeta as células normais, mas interage com lipídios - moléculas de gordura - que estão distribuídos de forma anômala apenas na superfície das células de câncer. Ao entrar em contato com a membrana dessas células, a toxina abre buracos por onde escapam moléculas essenciais para seu funcionamento.

"Terapias contra o câncer que atacam a composição de lipídios da membrana da célula seriam uma classe inteiramente nova de drogas antitumorais. Isso poderia ser útil para o desenvolvimento de novas terapias combinadas, nas quais múltiplas drogas são utilizadas para tratar um câncer atacando diferentes partes de suas células simultaneamente", disse Beales.
De acordo com outro dos autores, João Ruggiero Neto, do Departamento de Física da Unesp em São José do Rio Preto, a Polybia paulista foi descoberta e descrita pelo professor Mário Palma, da Unesp de Rio Claro.

Os cientistas já haviam estudado a toxina MP1 e sabiam que ela agia contra micróbios causadores de doenças destruindo a membrana das células bacterianas. Mais tarde, os estudos revelaram que a toxina é promissora para proteger humanos de câncer e tem capacidade para inibir o crescimento de células de tumores de próstata e de bexiga, além de células de leucemias resistentes a várias drogas.
Até agora, no entanto, não se sabia como a MP1 é capaz de destruir seletivamente as células tumorais, sem danificar as células saudáveis.

"Desde que descrevemos a toxina do veneno dessa vespa, em 2009, sabíamos que ela contém peptídeos com uma forte propriedade antibacteriana, funcionando como um antibiótico potente. Mais tarde, pesquisadores coreanos e chineses começaram a fazer trabalhos com esses peptídeos sobre células de câncer e nós fomos estudar sua ação em linfócitos com leucemia", disse Neto ao jornal Estado de S. Paulo.

Mecanismo

O grupo da Unesp confirmou então que as toxinas eram extremamente seletivas, reconhecendo apenas os linfócitos leucêmicos, e não os sadios. Eles começaram suspeitar que a explicação para essa seletividade tinha relação com as propriedades únicas das membranas de células de câncer. "Fomos investigar o mecanismo", afirmou Neto.
Segundo ele, em membranas de células saudáveis, os fosfolipídios chamados PS e PE se situam na membrana interna, voltados para o lado de dentro da célula. Mas, nas células de câncer, os PS e PE ficam incorporados na membrana externa, voltados para o ambiente em volta da célula.

Os cientistas testaram sua teoria criando membranas-modelo contendo PE e PS e as expondo à MP1. Eles utilizaram uma ampla gama de técnicas biofísicas e de imageamento para caracterizar os efeitos destrutivos da MP1 sobre as membranas.
O resultado foi impactante: a presença de PS aumentava de 7 a 8 vezes a quantidade de MP1 que se ligava à membrana. A presença de PE, por outro lado, aumentava a capacidade da MP1 de danificar rapidamente a membrana, aumentando o tamanho dos buracos de 20 a 30 vezes.

"Formados em poucos segundos, esses poros são grande o suficiente para permitir o vazamento de moléculas críticas para a célula, como RNA e proteínas. O aprimoramento dramático da permeabilização induzida pela toxina na presença do PE e as dimensões dos poros nessas membranas foram surpreendentes", disse Neto.

Potencial

Em estudos futuros, os cientistas planejam alterar a sequência de aminoácidos da MP1 para examinar como a estrutura da toxina se relaciona à sua função, a fim de aprimorar sua seletividade e sua potência para propósitos clínicos.
Segundo Beale, entender o mecanismo de ação dessa toxina vai ajudar estudos translacioais - isso é, pesquisa científica aplicada clinicamente - para avaliar no futuro o seu potencial para o uso na medicina.
"Como ficou demonstrado em laboratório que a toxina é seletiva para células de câncer e não é tóxica para células normais, ela tem potencial para ser segura. Mas mais trabalho será necessário para provar isso", afirmou Beale.

Ex-detento é preso por morte de estudante de medicina no bairro Costa Azul - Em Salvador.

Cerca de 24 horas após a Polícia Civil divulgar o retrato falado do suspeito de matar a estudante de medicina Marianna Oliveira Teles no bairro do Costa Azul, investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) prenderam Gilmário Alves dos Santos, de 22 anos.

Ele é apontado pela polícia como o autor dos disparos que mataram a jovem, de 22 anos na noite de sábado, 29. Gilmário foi localizado por volta das 11h30 desta terça-feira, 1º, na comunidade Paraíso Azul, no bairro onde aconteceu o crime, região conhecida como Inferninho, e encaminhado ao Departamento de Homicídios (DHPP), na Pituba.

Conforme um investigador, o revólver calibre 38 usado no dia do crime foi encontrado na casa do suspeito. Uma pistola calibre 380, quantidade de drogas e a chave de um  veículo Citroen C3,  que teria sido utilizado na fuga, também estavam no imóvel. A chave estava enterrada no quintal. "Ele disse que o carro foi deixado na mesma  rua do crime e que a PM pegou.

O outro carro [GM Cruze branco roubado de uma vítima] ele disse que abandonou em Pernambués", afirmou o policial. Até a noite, nenhum dos veículos tinha sido localizado.
Ainda segundo o agente, Gilmário revelou que queimou a roupa que ele usava quando assassinou Marianna. Profissionais do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foram à casa dele fazer perícia.

Reincidente

De acordo com a polícia, Gilmário deixou o presídio na Mata Escura há duas semanas. Ele estava preso desde dezembro de 2014 por tráfico de drogas, após ser pego com 50 g de cocaína, também no Inferninho, no Costa Azul.

Um homem identificado como Bibi foi preso por policiais da 9ª Delegacia (Boca do Rio), minutos após a prisão de Gilmário. Ele é suspeito de ter participado do crime. A namorada de Bibi, uma adolescente, também foi conduzida ao DHPP. Na mesma ação, um jovem de 18 anos e dois adolescentes de 13 e 16 também foram levados ao departamento.

Há suspeita de que eles estejam envolvidos na ação que resultou na morte da estudante. "Acreditamos que pelo menos quatro pessoas participaram. Nas imagens é possível ver quatro pessoas correndo", afirmou o investigador.
A apresentação de Gilmário à imprensa está marcada para as 10h30 desta quarta, 2, na sede da Secretaria da Segurança Pública, no Centro Administrativo (CAB).A Tarde Online


PM mata colega dentro de viatura após discussão por cotas.

Um policial militar matou um colega dentro de uma viatura do 11º Batalhão da Polícia Militar em Pernambuco. O soldado Flávio Oliveira e a vítima, o cabo Adriano Batista, discutiam sobre cotas raciais, quando o crime aconteceu.
Por conta do debate acalorado, o cabo decidiu voltar para o Batalhão, o que desagradou o soldado e eles voltaram a discutir. Durante o bate-boca, o PM sacou a arma e atirou contra a cabeça do colega.

"Não lembro como isso aconteceu, foi um surto. Depois que atirei, fiquei parado, na minha, e desci da viatura. A colega que estava no banco da frente perguntou o que eu tinha feito e não lembrava", disse o PM para uma TV pernambucana.
Ferido, o cabo perdeu o controle da viatura e bateu em dois carros. A soldado Thaena de Lima Lemos Santos, que estava no banco do passageiro da viatura, conseguiu parar o automóvel.

O cabo foi levado para o hospital, mas não resistiu. Já o soldado foi detido e lamentou o crime. "Eu me arrependo com certeza. Ele deixou um filho e eu também. Mas agora não tem o que fazer", disse.Foto/Fonte:A Tarde Online


Morador de rua baiano recebe ajuda para se formar em direito.

Com quase 90 mil compartilhamentos no Facebook, uma publicação de uma estudante chamada Yanca Araújo, pode mudar a vida do baiano Laedison dos Santos, morador de rua em São Paulo e bolsista integral do curso de direito da Uniesp. A jovem encontrou o rapaz por acaso nas ruas da capital paulista e ele contou a história de sua ida para São Paulo [leia abaixo], em 2007, falou da graduação e disse que os seus livros, utilizados para estudar para as matérias da faculdade foram apreendidos por fiscais, o chamado "rapa", além de roupas e outros mantimentos.

"Passamos a ouvi-lo quando o mesmo nos surpreendeu tirando do bolso sua carteira de trabalho e o documento que comprova sua matrícula na faculdade. Sim, faculdade, bolsa de 100%, último ano de direito na UNIESP. Foi aí que sentimos que tínhamos de ouvir toda a história", conta a estudante na postagem.

Ele pediu ajuda e a história foi compartilhada pela garota no Facebook por meio da postagem e da criação de uma página no Facebook, "Ajudando Laedison", que já possui mais de 20 mil seguidores. Segundo a garota, muitas pessoas diariamente tem se oferecido para ajudar o rapaz, tanto com roupas quanto livros para o curso. De acordo com a publicação de Yanca, o baiano perdeu a esposa, não tem filhos, e não tem o apoio da família.

"Quando perguntamos de seus parentes ele disse que tem até o telefone de seu pai, mas que o mesmo o rejeita e disse uma vez que o único caminho dele era ser marginal, então foi aí que ele decidiu que seria diferente", revela Yanca. Além dela, outras duas amigas, Geovana Silva e Michely Andrade, também estavam no momento do encontro com Laedison e ajudam na arrecadação dos livros e roupas.

Leia a publicação de Yanca:
Esse é o Laedison. Sim, ele é negro, e não, ele não rouba, ele não usa drogas e não me parou pra pedir esmola. Ele viu eu e umas amigas e disse que não costuma parar pra conversar porque as pessoas são rudes, mas que por algum motivo Deus mandou ele ao nosso encontro. Ele começou dizendo "as mulheres são mais gentis, né?" e depois contou atordoado que tinha tentado conversar com um homem antes e o mesmo o respondeu mandando ele ir roubar. Passamos a ouvi-lo quando o mesmo nos...


Bahia vence o CRB e volta ao G-4 da série B.

O Bahia viveu nesta terça-feira, 1º, o paradoxo de vencer o CRB por 3 a 2, retornar ao G-4 e, mesmo assim, sair vaiado da Fonte Nova. Culpa de como ocorreu o jogo: o Tricolor abriu dois gols de vantagem, caiu drasticamente de produção, sofreu o empate, começou a ser hostilizado, mas conseguiu o tento decisivo aos 48 do segundo tempo.
Com o resultado, o Bahia assumiu a quarta colocação, com 38 pontos, um a mais que o Paysandu, quinto colocado. O tricolor volta a campo na próxima sexta, 4, pela 23ª rodada, e vai até Curitiba para enfrentar o Paraná, às 21h30, no Durival de Britto.

O jogo

O personagem desse turbilhão foi Kieza. Primeiro, brilhou no momento de glória da equipe. O gol de abertura do placar saiu aos 34 minutos da etapa inicial, de forma improvável: Hayner, que fazia partida muito ruim, cruzou da intermediária; a defesa do CRB parou pedindo impedimento e o camisa 9, em posição de fato irregular, completou para o gol. Na comemoração, K-9 correu para o banco, apontando para o técnico Sérgio Soares e dizendo: "o gol é pra você".

Coube ao maior artilheiro da Arena Fonte Nova inaugurar as duas novas redes do estádio - tricolores e em formato 'véu de noiva', homenageando às do antigo campo. Se na etapa inicial balançou a do lado da Ladeira, aos 11 do segundo estufou a do lado do Dique: No contra-ataque, Maxi achou o atacante livre na área para marcar. Foi o 16º gol dele na Fonte.
Até aí, o Esquadrão dominava, enquanto o CRB assistia à partida. O que aconteceu em seguida, porém, foi um autêntico show de horrores. Como se tornou de praxe nos últimos jogos, o Tricolor despencou de produção e passou a andar em campo. O Galo, claro, aproveitou. Três minutos depois, Josa ajeitou após cruzamento na área e Isac quase completou. A zaga afastou antes.

O Bahia continuou se segurando até os 20, quando Cañete cobrou escanteio da direita e achou Josa livre para diminuir o placar. O sufoco continuou nos 20 minutos seguintes. Aos 40, o gol de empate do CRB quase saiu: Willian cruzou da direita e a defesa assistiu a Maxwell ajeitar para Daniel Cruz; ele dividiu com Douglas Pires, que triscou na bola antes de ela bater na trave.

No minuto seguinte, o golpe foi, só para variar, em uma falha na bola aérea: Pery cruzou da esquerda e o zagueiro Gabriel completou de primeira para empatar.
Com o filme a se repetir - time caindo de produção na etapa final e outro empate encaminhado - a torcida chiou. Os gritos de "time sem vergonha" e "adeus, Sérgio" tomaram conta da Fonte Nova. Em campo, o time sentia, mais perto de tomar o terceiro do que de fazer o gol da redenção.

Mas o alívio saiu. E como dito, Kieza foi o personagem. Aos 48 minutos, após bate-rebate na área, o camisa 9 ajeitou para Gustavo Blanco chutar de esquerda. O camisa 18 nem comemorou: caiu extenuado na entrada da área.

Após o gol, o jogo acabou, mas não as vaias, e nem o coro de "adeus, Sérgio". Kieza não deixou barato. Apontou o escudo do time para a torcida, aos palavrões. Por fim, declarou em entrevista na saída de campo: "Não vai ser em todo jogo que vamos conseguir marcar no final. Ou o time muda ou teremos problemas", referindo-se aos erros da zaga.G1


Vitória vacila e perde de virada para o Bragantino.

O Vitória não jogou bem na noite desta terça-feira, 1º, e levou a virada do Bragantino, em Bragança paulista, perdendo o jogo por 2 a 1. Em uma partida com poucas oportunidades, o rubro-negro abriu o marcador com Robert, aos 5 minutos do primeiro tempo. No segundo, encolhido e levando pressão da equipe paulista, tomou a virada com gols aos 34 (Diego Maurício) e aos 45 (Chico).
Com o resultado, o Vitória manteve os 39 pontos e caiu para o segundo lugar, já que o Botafogo também tem 39, mas leva vantagem no saldo de gols. As duas equipes se enfrentam no próximo sábado, 5, às 15h, no Barradão.

Gol no início

O jogo começou com o Bragantino partindo para cima do Vitória, que tentava aproveitar o contra-ataque. Aos 3 minutos, Jobinho cruzou na cabeça de Lincoln, que acertou a bola em cheio e Gatito Fernandez faz defesa salvadora.
No contra-ataque, aos 5 minutos, Diego Mateus tentou cruzar da intermediária, a bola subiu demais, encobriu o goleiro e caiu rápido, batendo no travessão e sobrando para Robert, que só teve o trabalho de tocar para o gol.

Com o triunfo parcial, o Vitória continuou fechado, sem dar condições para os atacantes do Bragantino, que não conseguiam penetrar na defesa rubro-negra graças às boas atuações de Kanu e Vinícius, que ganhavam todas por cima e por baixo.
Quando tinha a posse de bola, o Vitória errava muito os passes no ataque, principalment sem criar outras grandes chances de gol na primeira etapa.

Gatito garante triunfo

O Bragantino começou o segundo tempo em toda a velocidade. Com menos de um minuto, Alan Mineiro tocou para Alemão que acertou um belo chute para mais uma defesa de Gatito Fernandez.
Um minuto depois, a bola sobrou para Jocinei, que invadiu a área, cortou zagueiro do Vitória, e chutou forte, mas para fora.

Aos 20, Jobinho deu um bico cruzado e Gatito Fernandez fez mais uma bela defesa. Mas, aos 34, não teve jeito. Moisés cruzou na cabeça de Diego Maurício, que nem precisou pular para acertar a bola e colocar no fundo da rede, sem chance para o goleiro rubro-negro.
O Bragantino virou aos 45 minutos. Após escanteio, Chico recebeu a bola fora da área e chutou forte, a bola desviou e enganou Gatito.G1


terça-feira, 1 de setembro de 2015

Polícia Militar prende traficante com drogas - Em Jequié.

Por volta das 21h de segunda-feira (31), policiais militares da Companhia de Emprego Tático Operacional(CETO), detiveram Luiz Pereira dos Santos(54), no Bairro do Mandacarú,  em Jequié, por tráfico de drogas. 
Segundo relatório, o Grupamento de Ações de Buscas Táticas e Repressivas(ABUTRES), realizava rondas ostensivas no Bairro do Mandacaru, quando nas imediações da Rua Rodolfo Pereira Lisboa, teria flagrado Luiz Pereira dos Santos, em atitude suspeita. Durante a abordagem, “Luizinho do Acarajé”,  foi flagrado com 25 pedras de crack e a quantia de R$ 1460,00, em dinheiro, além de oito celulares, oito cartões bancários e diversos comprovantes de depósitos.
Os policias militares conduziram Luiz Pereira dos Santos, cuja ficha consta diversas passagens por tráfico de drogas, para a Delegacia de Jequié, onde apresentaram, juntamente com toda a droga apreendida, à autoridade judiciária competente, para as providências legais.Ascom 19º BPM


Carro-forte capota após disparo durante assalto - Em São Felix do Caribe.

Assaltantes armados roubaram um carro-forte nesta segunda-feira (31) no município de Sāo Félix do Coribe, região oeste da Bahia. Durante a ação, um vigilante foi baleado no braço.
Segundo informações da Polícia Militar, o veículo passava por uma estrada vicinal, que da acesso à cidade à Jaborandi, quando foi atacado a tiros.
Um dos disparos atingiu o vidro dianteiro do carro-forte, e o condutor perdeu o controle do veículo, que capotou.
Segundo a polícia, os suspeitos usavam armas de grosso calibre e renderam os seguranças. A quantia roubada não foi informada.
O vigilante ferido foi encaminhado a um hospital da cidade. Não há informações sobre o estado de saúde dele. Após a ação, os suspeitos fugiram.G1


Após 'selfie' em parto, médica pode ser demitida e multada - Na Malásia.

Um selfie pode virar caso de demissão em Johor, na Malásia. De acordo com o The Mirror, recentemente, uma médica posou no exato momento em que fazia um parto em um hospital da cidade. Na imagem, a médica, que demorou a ser identificada, aparece com uma das mãos na vagina da gestante e fazendo o sinal de vitória com a outra mão. 
A imagem não foi bem recebida pelo ministro da Saúde da Malásia, Seri Subra. De acordo com a publicação, ele prometeu tratar o caso com rigor. A médica pode ser demitida ou multada. Autoridades agora querem identificar quem foi o autor da foto.  

Papiro que fala sobre casamento de Jesus é verdadeiro, concluem cientistas.

Equipes de cientistas de Harvard, de Columbia e do MIT (Massachussetts Institute of Technology) afirmam que um antigo papiro que fala sobre o casamento de Jesus Cristo é autêntico. O chamado 'Evangelho da Esposa de Jesus' foi escrito na língua copta, idioma extinto no século XVII, e descoberto em 2012. De acordo com o site Superinteressante, o documento contém a frase "Jesus disse-lhes: 'Minha esposa..." e faz referência a uma discípula mulher: "ela poderá ser minha discípula". 
Na época da descoberta, o jornal do Vaticano disse que o papiro era falso, tinha gramática pobre e origem incorreta. As análises dos cientistas atestam que o papiro é perfeitamente autêntico. O documento remonta mais provavelmente do período entre os séculos 6 e 9 d.C. "A composição química do papiro e os padrões de oxidação são consistentes com outros papiros antigos, ao comparar o fragmento do Evangelho da Esposa de Jesus com o Evangelho de João", escreveram os pesquisadores em artigo publicado na Harvard Theological Review. 
Os resultados não provam que Jesus tinha mesmo uma esposa, mas, segundo a historiadora da Harvard Divinity School, Karen King, que temas como sexo, celibato e casamento eram discutidos com frequência no cristianismo primitivo. O egiptologista Leo Depuybdt, da Brown University, afirma que os erros gramaticais do copta e o uso seletivo do negrito nas palavras "minha esposa" são indícios de falsificação. Foto:Karen L.King