Páginas

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Mãe confessa que deixava e assistia o companheiro estuprar sua filha de 4 anos - Em Coronel Fabriciano-MG.

A mãe de uma menina de 4 anos confessou à Polícia Civil que mantinha relações sexuais com o namorado na frente da filha, que também era estuprada pelo homem com o consentimento da companheira, no município de Coronel Fabriciano, no Vale do Rio Doce/MG. De acordo com as investigações da polícia, os abusos ocorriam desde novembro de 2016 e a vítima, que, até então estava com familiares paternos, será encaminhada a um abrigo.
Segundo a delegada responsável pelo caso, Tereza Julia do Nascimento, as investigações começaram após o registro da mãe, que inicialmente omitiu a participação nos estupros, culpando unicamente o companheiro. Porém, durante o interrogatório, ela confessou estar presente e ciente de todos os abusos contra a criança.
Os dois foram presos na semana passado pela polícia. O acusado se reservou o direito de apenas falar em juízo. Em que pese a idade da criança, ela foi ouvida e confirmou a veracidade dos fatos, observa Tereza Julia. A delegada explica, ainda, que a menina passou por exame de corpo de delito.
Apesar de o laudo não constar a ruptura do hímen, a apuração os agentes apontam indícios da ocorrência de atos libidinosos. O Conselho Tutelar do município foi notificado da situação e acompanha o caso. Os suspeitos estão presos e à disposição da Justiça.
Conforme previsto no Código Penal, no artigo 217-A, a pena para esse tipo de crime é de 8 à 15 anos de prisão. // Minas Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário