Páginas

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Mulher acusada de matar grávida, cortar barriga e retirar bebê é presa - Em Nerópolis-GO.

A esteticista Suelen Coimbra do Carmo, de 27 anos, confessou à Polícia Civil que dopou a grávida Naiara Silva Costa, de 22 anos, antes de matá-la e fazer um parto forçado, em Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. 
Segundo a delegada responsável pelo caso, Azuen Magda Carvalho, a presa queria ficar com o bebê e, após tirá-lo da barriga da mãe, tentou reanimá-lo, mas ele não resistiu. Azuen afirmou, em entrevista à TV Anhanguera, que recebeu ligações, nesta quarta-feira (28), de gestantes que denunciaram terem sido procuradas por Suelen. “Ela estava buscando pessoas grávidas, ela queria um bebê a qualquer custo. A Naiara foi uma vítima em potencial, uma pessoa frágil que ela conseguiu seduzir”, afirmou.
O crime ocorreu na segunda-feira (26). Naiara, que estava no 8º mês de gestação, foi achada morta e enterrada no quintal da esteticista no dia seguinte. Já o bebê foi encontrado enrolado em panos dentro de uma bacia sobre uma cama da casa. 

A presa confessou ter atraído a vítima até sua casa com o pretexto de lhe dar roupas e berço para a criança que iria nascer, já que a própria Suelen havia feito um enxoval enquanto estava grávida, mas havia perdido o bebê há cerca de dois meses. A presa fez promessas de doar o material à vítima por meio de áudio. Ela disse: “A reunião de amanhã garante. Você já vai buscar o enxoval. 

Na hora de voltar eu levo você junto com o enxoval. Não te dou certeza de conseguir carrinho, agora berço, as roupas do neném, sim”. Na data do encontro, Naiara recebeu a esteticista em sua casa e ambas foram para a casa dela. 

A vítima chegou a avisar o marido onde estava indo, também por meio de áudio. “A menina [Suelen] disse que a reunião era para ser amanhã, mas foi marcada para hoje, para poder receber o enxoval. Ela vem me buscar para eu poder ir mais ela”, disse ao G1.


Nenhum comentário:

Postar um comentário