Páginas

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Policiais Civis condenados pela morte de detento em Porto Seguro são demitidos.

Os policiais civis Joaquim Pinto Neto, Robertson Lino Gomes e Otávio Garcia Gomes, condenados pela morte de um detento dentro da delegacia de Porto Seguro, foram demitidos pelo governo do Estado. 

A demissão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15) e acontece somente depois de o crime, ocorrido em 14 de julho de 2012, estar prestes a completar cinco anos. 

De acordo com a publicação, a demissão foi ordenada “a bem do serviço público”, com fundamento nos artigos 90, 95 e 197 da Constituição do Estado da Bahia.  No mês passado, Otávio, Robertson foram condenados a 16 anos, nove meses e 18 dias de prisão, enquanto Joaquim terá que cumprir seis anos, três meses e 14 dias de reclusão. 

Além das prisões, os três foram condenados a perder o cargo. As sentenças são da primeira instância. O filho de Robertson, Murilo Bouson de Souza Costa, também pegou 14 anos por ter participado do crime. 

O trio foi acusado de espancar até a morte o detento Ricardo Santos Dias, acusado de tráfico de drogas e latrocínio (relembre). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário