Páginas

domingo, 25 de junho de 2017

Preso na Lava Jato, Lucio Funaro promete 'acabar' com Temer em possível delação.

Preso no âmbito da Operação Lava Jato, o corretor de valores Lucio Funaro prometeu “acabar” com o presidente Michel Temer caso faça delação premiada. 

De acordo com a coluna Radar On-Line, da revista Veja, antes da prisão, Funaro teve uma discussão com Antonio Mariz, seu então advogado e amigo de Michel Temer. Na ocasião, o doleiro disse: “Se eu delatar, vou acabar com o seu chefe”. A ida à Polícia Federal foi apenas o início. 

Entretanto, segundo a publicação, Funaro ainda não selou nenhum acordo e colaboração com a Procuradoria-Geral da República. “Ele é igual ao Eduardo Cunha. Vai e volta”, disse um procurador familiarizado com o caso. O maior incentivador da delação é o ex-senador Luiz Estevão, preso com ele no complexo da Papuda, em Brasília. Foto:José Cruz/Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário