Páginas

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Sete alunos de Medicina, Direito e Odontologia da UESB são expulsos por fraude em cotas Quilombolas.

Sete estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) foram expulsos por fraude em cotas quilombolas. A instituição de ensino informou que os desligamentos ocorreram após conclusão de Processos Administrativos Disciplinares (PAD) instaurados para investigação dos casos.

Os alunos expulsos são de cursos como medicina (5), direito (1) e odontologia (1), dos campi de Vitória da Conquista e Jequié, no sudoeste do estado. Todos os alunos são da cidade de Livramento de Nossa Senhora.

A UESB informou que os alunos não conseguiram comprovar de fato que são moradores de quilombos, como declararam no momento da matrícula e que, por isso, houve a perda das respectivas vagas.

O Termo de Julgamento com a decisão foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 10 de junho. O G1 não conseguiu contato com os estudantes, nesta quinta-feira (22).

Nas universidades e institutos federais, as vagas de cotas são destinadas a estudantes vindos de escolas públicas, de baixa renda ou autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, conforme a classificação oficial do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As fraudes acontecem quando os candidatos usam documentos falsos para terem acesso às vagas das instituições.


Segundo a Uesb, foi constatada prática infracional de falsidade ideológica no momento da apresentação dos documentos para a efetivação da matrícula dos alunos desligados. A instituição ainda afirma que a decisão cabe recurso, mas não soube informar se os alunos já recorreram. G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário