Páginas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

STF determina prisão domiciliar de Andrea Neves e adia pedido de prisão de Aécio Neves.

A prisão preventiva da irmã do senador Aécio Neves, Andrea Neves, também foi substituída por prisão domiciliar, por determinação da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).
Anteriormente, a Turma determinou a transformação de prisão preventiva em domiciliar do ex-assessor de Zezé Perrela, Mendherson Souza Lima, operador de Aécio Neves no recebimento de dinheiro da JBS. A prisão domiciliar também foi decretada para o primo de Aécio, Frederico Pacheco.
Na semana passada, o STF manteve a prisão de Andrea por risco de intervenção nas investigações. O pedido de prisão do senador Aécio Neves foi adiado pelo relator do caso, ministro Marco Aurélio.
 A defesa do senador afirma que o pedido de prisão deve ser julgado no plenário do STF e não na turma. (*BN)


Nenhum comentário:

Postar um comentário