Páginas

sábado, 1 de julho de 2017

Após 20 anos longe da elite, Jequié decide Série B do Baianão com novato PFC-Cajazeiras.

A Série B do Campeonato Baiano começará a ser definida neste sábado (1º), às 16h, no estádio de Pituaçu. Jequié e PFC-Cajazeiras vão se enfrentar para decidir quem será o último integrante da elite do futebol baiano no campeonato de 2018. A finalíssima está marcada para o próximo domingo (9), no Estádio Waldomiro Borges, em Jequié, a partir das 10h.

Pelo regulamento, por ter terminado a fase de grupos na liderança, o Jequié tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais nas finais, além de fazer o jogo decisivo em casa. As duas partidas da final deste ano serão transmitidas ao vivo pela emissora TVE (leia mais).

Na primeira fase, os dois times se enfrentaram em duas ocasiões. A primeira partida, no mesmo estádio de Pituaçu, terminou no empate sem gols na segunda rodada, no dia 22 de abril. O outro jogo foi realizado na penúltima rodada do campeonato, no último dia 11. Jogando na casa do rival, a equipe da capital venceu por 1 a 0. 

Além das melhores campanhas ao longo da competição, a final também está reunindo as duas equipes em termos de estatísticas. Jequié e PFC-Cajazeiras têm os melhores ataques, respectivamente, com 15 e 14 gols marcados. E as defesas menos vazadas: o time do interior sofreu apenas três tentos e o soteropolitano buscou a bola nas suas redes nove vezes.

Este é o primeiro campeonato profissional do recém-criado PFC-Cajazeiras. A equipe foi formada no ano passado e já no seu primeiro desafio consegue chegar na final. O clube desenvolve um projeto em parceria com a empresa Onsoccer, especialista em Gestão de Carreiras Desportivas, no bairro de Cajazeiras.

Já o Jequié tem algumas participações na elite do Campeonato Baiano, inclusive já levantou o caneco da Série B em 1992. A última vez em que disputou a competição entre os melhores do estado, contudo, foi há 20 anos, em 1997, quando terminou na última colocação sendo rebaixado, conquistando somente uma vitória em 14 jogos. Sua melhor colocação na história do Estadual foi na edição de 1994, em que terminou na terceira colocação, atrás de Bahia e Vitória. Foto:Francisco Galvão/BN.


Nenhum comentário:

Postar um comentário