Páginas

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Reitor da Uesb afirma que estudantes de Medicina não serão abandonados pela instituição.

Reitor Paulo Roberto.

Alunos dos cursos de Odontologia e Medicina foram responsáveis por ocuparem todas as cadeiras disponíveis na galeria da Câmara Municipal de Jequié, na noite de segunda-feira (26/11), durante realização de  sessão especial para discutir o curso de Medicina da Universidade Estadual do Sudoeste-Uesb, implantado no campus local a partir de 2009. A participação de representantes da comunidade e da classe política foi em número  reduzido e foi criticada por alguns dos oradores.  A sessão  presidida  pelo autor da proposta, vereador Joaquim Caires contou com  explanação sobre o andamento e atividades do curso,  pela coordenadora  de Medicina, Dra. Cristina Maria Bittencourt Leite, que revelou  preocupações voltadas para a dificuldade de contratação de novos docentes  [carência de profissionais médicos no mercado], construção do módulo de Saúde do campus 2, melhoria da estrutura e organização do setor de saúde pública do município, melhorias e ampliação do Hospital Geral Prado Valadares.
O estudante de Medicina,  Vinícius Guerra leu em nome dos colegas um relato sobre a importância do curso e as suas reivindicações e o coordenador do Departamento de Saúde  da Uesb, professor Marcos Henrique Fernandes cobrou  participação mais efetiva da representação política e da comunidade em defesa da estruturação do curso. Também fizeram explanações sobre o assunto, o presidente do Conselho Comunitário, Dr. Maurício Cavalcante, os vereadores José Simões e  João Cunha e o vereador eleito, Pé Roxo. O vereador Eliezer Pereira Fiim, esteve presente. 
O Reitor da Uesb, professor Paulo Roberto Pinto, disse entender a angústia vivida pelos estudantes e professores nessa fase inicial de estruturação do curso reivindicado havia décadas pela população de Jequié e,  garantiu aos estudantes que eles não serão abandonados pela instituição e que,  “se na fase do internamento para estágio das primeiras turmas não houver essa disponibilidade em Jequié vocês serão encaminhados a outros centros. Vocês não serão abandonados e daqui sairão bons profissionais”, garantiu. A diretora da 13ª Dires, professora Alvanil Almeida Cunha e o diretor da Direc 13, Dr. José Andrade, participaram da sessão.  O presidente da Câmara, vereador Ednael Almeida, justificou ausência por estar em viagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário