Páginas

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Rei Momo 2014 é eleito.

                                                                          Foto: Texto & Cia Comunicação

O Carnaval 2014 de salvador já tem seu rei. O educador social Renildo Barbosa, de 37 anos e com 100 kg, foi eleito na noite desta sexta-feira (21), como o novo Rei Momo de Salvador durante um evento realizado no Largo do Santo Antônio Além do Carmo. Na próxima quinta-feira, dia 27, Renildo receberá as chaves da cidade do prefeito ACM Neto, em cerimônia que irá marcar a abertura oficial do Carnaval 2014.

A eleição do Rei Momo 2014 foi realizada pela TV Aratu, emissora oficial do carnaval deste ano, e seguida de apresentações dos Mascarados de Maragogipe e com de shows musicais de Armandinho - que completa 50 carnavais esse ano - e da Banda Mel, que retornou ao palco com a sua formação original, resgatando antigos e grandes sucessos do Axé Music nos anos de 1980.

No total, 17 candidatos disputaram o título de Rei do Carnaval de Salvador e, após votação feita pela internet através do site da Tv Aratu, dez candidatos seguiram para a final do concurso. A escolha do Rei Momo 2014 foi realizada por uma comissão avaliadora composta por sete membros selecionados entre personalidades, artistas e representantes dos segmentos carnavalescos. O grande vencedor recebeu como prêmio um cheque nominal no valor de R$ 15 mil. 

O Rei Momo, personagem emblemático do carnaval, tem a sua história datada nos tempos antigos. Inspirada na mitologia grega, Momo, divindade do sarcasmo e do delírio, usava um gorro com guizos, segurava em uma mão uma máscara e na outra uma boneca e vivia rindo e tirando sarro dos outros deuses. Na Grécia, registros históricos dão conta que os primeiros Reis Momos de que se tem notícia desfilavam em festas populares por volta dos séculos 5 ou 4 a.C. Geralmente o escolhido era alguém gordinho e extrovertido. Já nas bacanais romanas, os participantes selecionavam um Rei Momo entre os soldados mais belos do exército.


No Brasil, a tradição de eleger um Rei Momo durante o carnaval apareceu primeiro no Rio de Janeiro, em 1933. Naquele ano, a coroa foi entregue ao jornalista Morais Cardoso, que ocupou o trono até morrer, em 1948. A novidade fez sucesso e hoje várias cidades brasileiras também escolhem seu Momo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário