Páginas

domingo, 31 de agosto de 2014

Brasil aparece em primeiro no ranking de agressão a professores.

Uma pesquisa feita pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), apenas confirmou o que todos no Brasil já sabiam. O país é o líder no ranking de agressões a professores. Boa parte das agressões que podem ser físicas, verbais ou ameaças, ocorrem dentro da rede pública.

Ainda de acordo com a pesquisa, foram ouvidos 100 mil professores e diretores de escola do segundo ciclo do ensino fundamental e do ensino médio (alunos de 11 a 16 anos). Em segundo lugar apareceu a Estônia, com 11%, e a Austrália com 9,7%, já a Coreia do Sul, Malásia e Romênia, o índice é zero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário