Páginas

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Filho de Renato Russo lamenta morte de ex-baixista do Legião Urbana.

Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo- líder da Legião Urbana- lamentou neste domingo, 22, a morte do ex-baixista da banda, Renato Rocha. Em sua página no Facebook, Giuliano falou sobre a morte do músico. Leia: "Renato Rocha se foi de nós. Recebo a notícia com profunda tristeza e, paradoxalmente, com a leveza de ter podido estar ao seu lado nos últimos tempos, compreendendo-lhe e amparando o grande amigo de meu pai. Músico virtuoso, espírito de criança, ser humano generoso e profundamente bom, foi um dos companheiros de Renato Russo desde os primórdios da Legião Urbana.

Como dizia o mestre Guimarães Rosa, as pessoas não morrem, elas ficam encantadas. Renato já pertence a história de nossa música e viverá na melhor de nossas lembranças. Vai com os Anjos, vai em Paz", disse. Segundo o irmão de Renato, Roberto Rocha, Giuliano foi quem resgatou o músico das ruas do Rio de Janeiro: "Esteve por seis anos ali, mas o Giuliano, filho de Renato Russo, o resgatou para uma clínica de desintoxicação em Cotia", disse em um post no Facebook.

A morte: A informação da morte de Renato foi confirmada pelo portal G1, que apurou ainda que o músico estava em um quarto de hotel no Guarujá, no litoral de São Paulo, quando foi encontrado morto na manhã de domingo. Segundo o G1, a Polícia Militar informou que o ex-baixista foi encontrado encostado na porta de um quarto de hotel no bairro da Enseada, por volta das 8h30. Ainda segundo a polícia, o corpo foi removido do hotel e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Guarujá. Ainda não há informações sobre local e horário do velório e do enterro do músico. Renato era conhecido também como Billy ou Negrete e fez parte da banda nos três primeiros discos do grupo, "Legião Urbana", "Dois" e "Que País É Este".

Nenhum comentário:

Postar um comentário