Páginas

terça-feira, 31 de outubro de 2017

PF deflagra Operação de combate a fraudes contra o Banco do Brasil.

Agentes da Polícia Federal cumpriram na manhã desta terça (31) 39 mandados de busca e apreensão em cinco Estados como parte da segunda fase da Operação Turbocred, que investiga o desvio de recursos de financiamentos agrícolas concedidos pelo Banco do Brasil entre 2012 e 2015. 
Os alvos foram residências e escritórios de funcionários e ex-funcionários do BB e de pessoas e empresas que levantaram empréstimos fraudulentos no banco. As informações são da Agência Brasil.
A operação foi centralizada em Ribeirão Preto (SP) e as ações ocorreram em cidades de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Espírito Santo e Goiás. Na primeira fase da Turbocred, concluída em maio de 2016, foram investigadas 149 operações de financiamento agrícola realizadas em várias agências do Banco do Brasil e a conclusão foi a de que 90% delas foram fraudadas.
De acordo com a PF, entre as irregularidades cometidas estão a tomada de empréstimos para bancar atividade agrícola em imóvel próprio, mas usado em propriedade arrendada; falsificação de documentos para obtenção de crédito destinado a atividade agrícola inexistente; e levantamento de recursos para financiamento de múltiplos empreendimentos agrícolas sem capacidade financeira.
Além disso, as investigações indicam a participação de funcionários do BB em operações de empréstimo feitas a partir de contas bancárias em nome de laranjas.
As investigações da Turbocred começaram em março de 2016 a partir da descoberta de irregularidades praticadas por agências do BB na região de Ribeirão Preto. Inicialmente, foram analisadas concessões de créditos para atividades em fazendas que estavam sendo desviados para usinas de açúcar e álcool.
Segundo a PF, os suspeitos podem ser enquadrados nos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira e corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa, cujas penas variam de 2 a 12 anos de prisão. G1.


ESTUPRO NEW HIT: Dudu e mais dois ex-integrantes serão transferidos para presídio.

Após se entregarem à polícia, os últimos três ex-músicos da banda New Hit, que eram considerados foragidos, serão transferidos para o Conjunto Penal de Feira de Santana, cerca de 100 quilômetros da capital baiana. 
Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, conhecido como Dudu Martins, que era vocalista da banda, Edson Bonfim Berhends Santos e Guilherme Augusto se apresentaram com seus advogados na noite do último domingo (29). 
De acordo com a promotora responsável pelo caso, Marisa Jansen, a transferência estava programada para manhã desta terça-feira (31) e foi confirmada pela assessoria da Polícia Civil. 
Os outros cinco ex-integrantes, Willian Ricardo de Farias, Weslen Danilo Borges Lopes, Michael Melo de Almeida, John Ghendow de Souza Silva e Alan Aragão Trigueiros, foram encaminhados para o Centro de Observação Penal (COP), no complexo penitenciário da Mata Escura, na última sexta-feira. 
No último dia 24, os oito integrantes da banda New Hit tiveram novamente a prisão decretada, após pedido feito pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), através da promotora Marisa Marinho Jansen Melo de Oliveira, a juíza Marcela Moura França Pamponet, da cidade de Ruy Barbosa, no Centro-Norte da Bahia. 
A juíza determinou a execução imediata da decisão condenatória de segunda instância, proferida pela Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), no último dia 29 de agosto. Nessa decisão do TJ-BA, Jefferson Pinto dos Santos e o segurança da banda e ex-policial militar Carlos Frederico de Aragão foram inocentados do crime. 
Nessa decisão do TJ, o então integrante da banda Jefferson Pinto dos Santos e o segurança da banda e ex-policial militar Carlos Frederico de Aragão foram inocentados do crime. A polícia baiana cumpriu a determinação da Justiça.
O Caso
De acordo com o Ministério Público, no dia 26 de agosto de 2012, no centro da cidade de Ruy Barbosa, a 320 quilômetros de Salvador, os integrantes do extinto grupo de pagode New Hit teriam abusado sexualmente de duas adolescentes que tinham 16 anos à época. O estupro teria ocorrido após os músicos receberem as jovens para sessão de fotos no ônibus da banda.BNews.


Vingança motivou assassinato de mulher dentro de bar - Em Coração de Maria.



Ela foi morta com um golpe de faca quando estava em um bar. A câmera de segurança do local registrou o momento em que uma mulher entrou no bar, entregou uma mochila ao suspeito e em seguida ele retirou uma faca da mochila e atingiu a vítima.

O suspeito é conhecido como Beto, e a polícia está à sua procura para efetuar a prisão. Sérgio Vasconcelos afirmou que, conforme informações colhidas pela polícia, Beto estava chateado com a vítima porque ela teria se envolvido em uma briga que ele teve com sua companheira. Ao que tudo indica, esta foi a motivação principal do crime.

“Pelas circunstâncias do vídeo, trata-se de um crime premeditado. A vítima estava sentada, ele sacou a faca com frieza e desferiu o golpe. Possivelmente a vítima era uma pessoa que tinha uma amizade com a companheira dele e tinha aconselhado e conversado com ela. Eram pessoas íntimas. Estamos tentando identificar a pessoa que estava com a mochila. Várias crianças estavam no momento do crime e foi um caso que chocou a população”, declarou o delegado. Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

Soldado da PM deixa mensagem em rede social e comete suicídio - Em Ilhéus.

O soldado da Polícia Militar, Carlos Geovanne Castro Araújo, Lotado na 61º CIPM/UBAITABA, cometeu suicídio em sua própria residência situada na 5° Travessa da Avenida Princesa Isabel, na cidade de Ilhéus.
O corpo do jovem policial foi encontrado em decúbito dorsal (deitado com a barriga voltada para cima), trajando short preto, com um revólver na mão direita e uma lesão próximo ao queixo.
O Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus foi acionado e o corpo removido para o IML.

Não há informações sobre o que motivou o policial a tirar a própria vida, no entanto, ele escreveu um texto em sua página no Facebook se despedindo e lamentando sobre os problemas no seu cotidiano. 
Ao que tudo indica o policial estava com problemas de depressão. Segue abaixo o texto escrito pelo policial, minutos antes de cometer o suicídio.Amigos, familiares e colegas de farda lamentaram a morte do Policial Militar. // Verdinho Itabuna

Denuncia indica direcionamento da licitação de sistema de vigilância no TJ-BA.

O processo licitatório para aquisição de um sistema de vigilância no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) pode estar direcionado. A abertura das propostas está prevista para esta terça-feira (31). 

A Corte pretende gastar R$ 37,3 milhões com o sistema. Conforme denúncia recebida pelo Bahia Notícias por uma empresa participante do certame, que preferiu não ser identificada, as especificações do edital direcionam para a escolha da Dahua como vencedora. 

“O termo de referência é cópia dos catálogos da fabricante Dahua, sendo ela única fabricante que atende com exclusividade o edital”, diz a denunciante, segundo a qual o termo de referência não faz menção a um projeto básico, que deve ser elaborado por um profissional de nível superior com registro no Conselho Regional de Engenharia. 

Outro ponto que indica direcionamento da licitação é a possibilidade de superfaturamento e cartelização do processo, já que é solicitada a apresentação de uma carta de fabricante cujo respectivo reconhecimento de firma é válido apenas para uma única revenda. Assim, o documento permitiria que fosse praticado o preço que a fabricante entendesse. 

“A exigência de carta de fabricante obriga a submissão dos licitantes a terceiros alheios à disputa, ou seja, ao fabricante, condicionado a cotação do produto à apresentação de documento expedido por empresa privada que nem sequer participa da competição. (...) 

A exigência de apresentação da ‘autorização do fabricante’ poderá propiciar a formação de um ‘grupo’ exclusivo de empresas autorizadas por um determinado fabricante a participar de licitações, podendo, inclusive, impor o aumento abusivo de preços e insumos, o que leva à dominação dos mercados, à eliminação da concorrência e ao aumento arbitrário dos lucros”, diz a empresa supostamente prejudicada no certame. 

De acordo com o edital, o Sistema Integrado de Segurança do TJ-BA deverá ser composto por “softwares e hardwares capazes de prover a gestão de eventos relacionados à Segurança Orgânica do TJBA, permitindo o atendimento, despacho, reação a alertas classificados como emergências e urgências, coordenação dos processos de intervenções, mobilização de infraestrutura e efetivo, plotagem de elementos rastreados em mapas digitais vetorizados e integração com sensores de videomonitoramento e alarmes”. 

O sistema deverá promover ainda “captura, gerenciamento, armazenamento, recuperação e análises de dados e imagens providas por sensores de videomonitoramento e alarmes”. BN.

Grupo destrói delegacia e incendeia veículos; Delegado diz que ato foi retaliação - Em Piripá.

População de Piripá no sudoeste baiano volta a se rebelar contra o Delegado de Polícia Dr.  Florisvaldo Nery da Cruz, no dia 30 de outubro de 2017, por volta das 18:00 horas. 
Cerca de 150 pessoas invadiram a Delegacia de Polícia da cidade e foram destruindo tudo o que encontrava pela frente, botaram fogo nos veículos apreendidos, revoltados com a permanência do Delegado, que segundo a ótica da população, tem sido até aqui uma passagem inoperante e agora desastrosa do Dr. Florisvaldo. Segundo informou o vereador da cidade Mauricio Rocha de Carvalho PSL.

No último dia 25 deste mês de outubro, a população de Piripá foi às ruas com uma mega manifestação contra o dito Delegado, cerca de 1.500 pessoas estiveram protestando, com faixas, cartazes e muros pintados com palavras de ordem “Fora Delegado Florisvaldo”. 
Contudo nestes dias após essa manifestação nada se sabe sobre a decisão do Delegado Dr. Florisvaldo. Acreditamos que está na hora da Secretaria de Segurança Pública do Estado intervir neste caso e dar um basta nesta situação, pois, a população já se manifestou que não quer mais o Delegado Dr. Florisvaldo atuando no município, para que essa morosidade toda para transferir esse Delegado. Quanto mais prorroga essa situação, mais prejuízo vai causar para o município. Fotos:Folha de Condeuba.

Aos 98 anos, mãe se interna em asilo para cuidar do filho de 80 anos - No Reino Unido.

Uma idosa de 98 anos, moradora no Reino Unido, decidiu se internar um asilo para cuidar do filho de 80 anos. “Você nunca deixa de ser mãe”, disse Ada Keating, que agora vai morar com o primogênito Tom Keating.

De acordo com o jornal Liverpool Echo, os dois são muito próximos. O idoso nunca se casou e sempre viveu com a mãe, mas teve se ser internado por problemas de saúde.

“Eu dizia ‘boa noite’ para o Tom todos os dias, agora, poderei dizer ‘bom dia’ também”, disse Ada. “Eles são bons aqui e estou contente por ver minha mais, pois ela mora aqui”, comemorou Tom.

A idosa teve três filhos, uma morreu quando tinha apenas 13 anos. A família diz visitá-los frequentemente, e acredita que a mudança será melhor para ambos.

Medida permite que motoristas consultem dados de agentes de transito que os multarem.

Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) permite que motoristas infratores tenham acesso a dados do agente de trânsito que o autuou através da internet. A Resolução 709 foi publicada no Diário oficial da União desta segunda-feira (30). 

De acordo com a medida, os órgãos de cada estado devem oferecer uma busca em suas páginas na internet com os dados dos profissionais responsáveis pela autuação. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o objetivo é uma maior transparência. 

O órgão acredita que, com essas informações, os motoristas poderão dispor dos dados necessários para prepararem suas defesas. “O intuito é ter mais transparência no processo e a garantia de ampla defesa, ou seja, no âmbito do Auto de Infração de Trânsito, isso possibilitará ao infrator ter acesso a todos os meios necessários à sua defesa”, explicou o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi. 

Em contato com a Superintendência de Trânsito de Transalvador (Transalvador), o Bahia Notícias foi informado que o órgão "irá se enquadrar no que determina a Resolução 709, do Contran", e que "é necessário um prazo ainda não determinado para adequação de sistemas internos". 

O órgão municipal informou ainda que o número da matrícula e o nome do agente já constam em todas as notificações emitidas pela Transalvador, dando ao proprietário do veículo "total ciência sobre os fatos, especialmente quando há questionamento". 

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informou que também disponibiliza tanto os nomes quanto as matrículas dos servidores no Diário Oficial do Estado, e que o órgão irá se adequar à nova norma, mas ainda não há uma data prevista para que a nova ferramenta esteja disponível. 

“Nós já publicamos todos os nossos atos, a delegação e a competência através do Diário Oficial. A única diferença é que vamos transcrever o que está no Diário para o nosso portal", disse Lucio Gomes, diretor geral do Detran. Foto:EBC.

Mulher deu casa avaliada em R$ 800 mil em troca de vagas em concurso de delegada e no Enem para sua filha, diz polícia.

Uma mulher deu uma casa avaliada em R$ 800 mil, em Goiânia, em troca de duas vagas em concursos: uma de delegada, para ela, e outra de Medicina, no Enem, para a filha, na Universidade Federal de Goiás. 

A negociação foi descoberta pela Polícia Civil do Estado e revelada após a deflagração da 3ª fase da Operação Porta Fechada nesta segunda-feira, 30. Apesar do pagamento, mãe e filha não conseguiram passar nos concursos. Durante a investigação, a mulher foi chamada pela Polícia para falar do caso, mas ficou em silêncio. 

A Polícia suspeita que quatro alunos que compraram vagas estão cursando Medicina, na Universidade Federal de Goiás. Os investigadores relatam que os vendedores de vagas tentariam fraudar o Enem 2017, usando ponto eletrônico.

Nesta segunda, a Operação Porta Fechada cumpriu ordens judiciais contra grupos que fraudavam concursos e vestibulares por todo País. São investigados os crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, fraude em concurso público, corrupção ativa e passiva. 

Oito investigados foram presos. O delegado Rômulo Figueredo de Matos, responsável pelo caso, aponta que foram cumpridos ainda 11 mandados de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão, nas cidades de Goiânia e Nova Glória, em Goiás, e Brasília.

Esta fase da Porta Fechada se debruçou sobre fraudes no concurso de Delegado de Polícia. De acordo com os investigadores, os treze primeiros colocados na prova objetiva foram aprovados mediante compra de vagas.
Os valores variaram entre R$ 150 mil e R$ 450 mil. A quantia dependia "do bolso da pessoa".

Parte dos alvos da Porta Fechada, segundo a Polícia, eram aliciadores que "identificavam possíveis compradores de vagas". A Polícia relata que os aliciadores usaram o funcionário do Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - órgão vinculado à UnB) Ricardo Nascimento da Silva para fraudar concursos.

O compradores de vaga entregavam as folhas respostas em branco ou com apenas poucas questões preenchidas. No dia seguinte à aplicação da prova o funcionário do Cebraspe pegava os cartões respostas, preenchia o documento durante a noite, quando já era possível acessar os gabaritos na área do candidato, e os devolvia para digitalização e conferência de erros e acertos.

De acordo com a Polícia, em 6 de fevereiro, Ricardo Nascimento da Silva pegou os cartões respostas, ao menos, de 16 candidatos que haviam entregue os papeis praticamente em branco por orientação do esquema. Após o preenchimento de 13 desses cartões respostas, Ricardo os devolveu ao Cebraspe no dia seguinte, para digitalização e conferência de erros e acertos.

Os outros três cartões respostas, segundo a Polícia, não foram preenchidos por desacordo quanto ao pagamento entre aliciadores e candidatos, motivo pelo qual estes não foram aprovados.

DEFESA. 

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos ainda não respondeu ao contato da reportagem (Correio)


PM prende acusado de participar do assassinato do comandante de batalhão - No Rio de Janeiro.

O 3º Batalhão da Polícia Militar (Méier) prendeu na noite desta segunda-feira (30/10), no Complexo do Lins, Richard Soares Faustino, 24 anos, suspeito de ser um dos criminosos que participaram da morte do coronel Luiz Gustavo Teixeira, na última quinta-feira (26/10).
O oficial foi assassinado quando retornava de uma cerimônia de passagem de comando no batalhão do Leblon, zona sul do Rio. O veículo da corporação estava descaracterizado e era dirigido pelo cabo Nei Vilar Filho.
Ao parar em um sinal de trânsito no cruzamento da Rua Lins de Vasconcelos com Aquidabã, no bairro do Lins, quatro criminosos que ocupavam um carro roubado iniciaram um arrastão. O veículo dos militares estava logo atrás e os criminosos, ao descerem do veículo, notaram que o coronel estava fardado.
Os quatro homens então fizeram dezenas de disparos que atingiram o carro da PM e um dos tiros atingiu Texeira no peito. O cabo reagiu e teria acertado Matheus do Espírito Santo Severiano, 22 anos, identificado como um dos homens com quem ele trocou tiros. Nei Vilar Filho ficou ferido na perna, mas está fora de perigo. Todos fugiram.
Richard foi identificado pelas câmeras de segurança do bairro e por moradores que gravaram as cenas do crime. O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou cartaz na sexta-feira (27/10) oferecendo recompensa de R$ 5 mil por informações que levem à prisão de Matheus do Espírito Santo Severiano.
PROTESTO
No início da tarde, a mulher e os dois filhos do coronel Teixeira, além de familiares e amigos do bairro do Méier, onde o militar morava, fizeram um ato que começou na Rua Dias da Cruz e foi até a Rua Hermengarda com Lins de Vasconcelos, onde ocorreu o crime.
Mais de 100 pessoas participaram de uma manifestação contra a morte de 113 policiais militares este ano. No ato, vários moradores e representantes de entidades de classe do bairro protestaram contra a onda de violência no Rio de Janeiro. Ao término, soltaram balões de gás brancos, pedindo paz. Aratu Online.


Prefeita Maria das Graças abre mão do salário por tempo indeterminado - Em Ipiaú.

A prefeita de Ipiaú, Maria das Graças, anunciou na noite dessa segunda-feira (30), nas redes sociais, que abriu mão do salário por tempo indeterminado. 

"Boa noite, pessoal. Como uma parte das ações que tomaremos para enfrentar a crise financeira e evitar o desemprego de pais de família, assinei hoje um decreto abrindo mão do meu salário de Prefeita por tempo indeterminado. A Secretária de Ação Social, Nena Costa, também fez o mesmo em apoio. Um dos nossos objetivos é reduzir ao máximo o número de demissões. Nos próximos dias, anunciaremos outras medidas. Estamos em um momento difícil e é preciso que o esforço seja de todos", comentou a gestora em seu perfil no facebook. 

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Município. De acordo com o Projeto de Lei nº 005/2016, aprovado pela Câmara Municipal em julho do ano passado, a remuneração mensal da prefeita de Ipiaú é de R$ 16.000,00, enquanto a remuneração mensal da vice-prefeito correspondente a R$ 8.000,00. Já os secretários municipais ganham R$ 7.500,00 mensais. (Giro Ipiaú)

UNEB prorroga inscrições para o vestibular até 12 de novembro.


A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) prorrogou, até o dia 12 de novembro, o prazo de inscrição para o Vestibular 2018 , exclusivamente pela internet, no endereço www.vestibular.uneb.br (ver edital de prorrogação). Estão sendo disponibilizadas 4.069 vagas distribuídas em diversos cursos de graduação presenciais, oferecidas nos campi de Salvador e outras 23 cidades baianas. 

A taxa é de R$ 85. Pioneira no país na implantação do sistema de cotas, a Uneb reserva 40% das vagas para candidatos negros da rede pública de ensino e 5% para indígenas, desde que atendam aos critérios de ter cursado todo o Ensino Fundamental II (5º ao 9º ano) ou equivalente (5ª a 8ª série) e todo o Ensino Médio única e exclusivamente em Escola Pública e possuir renda bruta familiar mensal inferior ou igual a quatro salários mínimos. 

Para a reserva de 40% das vagas para negros é necessário que o candidato seja negro e se autodeclare como tal, conforme opções de autoclassificação étnico-racial constantes do formulário de inscrição deste Processo Seletivo. 

Os candidatos indígenas precisam especificar a que comunidade étnica pertencem, conforme opções constantes do formulário de inscrição deste Processo Seletivo e comprovem a sua vinculação étnica por meio de declaração expedida por organização indígena devidamente reconhecida, ou seja, instituições civis de natureza formal, como associações, conselhos e outras, devidamente constituídas e registradas, e definidas em seus estatutos como indígenas, sejam de linhagem étnica, supre-étnica ou de caráter local e regional. 

As provas estão previstas para serem aplicadas nos dias 17 e 18 de dezembro. A relação de cursos, quadro de vagas, provas, normas e cronograma da seleção constam no edital do certame. G1.

Acidente em laboratório nuclear deixa 200 mortos - Na Coreia do Norte.



Acredita-se que o colapso ocorreu durante a construção de uma nova instalação subterrânea em um site militar no nordeste da Coréia do Norte, segundo o relatório.

Ainda não há uma confirmação oficial do fato, tendo em vista as dificuldades do acesso à informação na Coreia do Norte. Segundo o jornal inglês DailyMail, o fato foi passado por uma "fonte" norte-coreana, não identificada.

De acordo com a televisão japonesa Asahi , 100 pessoas ficaram presas nos túneis e um colapso adicional aconteceu durante as tentativas de resgatá-las, aumentando o número de mortos para pelo menos 200.

Ainda segundo o DailyMail, o incidente foi resultado do enfraquecimento do solo ao redor do local onde teria sido feito o sexto teste nuclear da Coreia do Norte.


Quadrilha que fraudou Enem 2016 teria enviado R$ 132 milhões ao exterior.

O grupo que fraudou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 teria enviado pelo menos 35 milhões de euros (R$ 132 milhões) em remessas ao exterior, segundo investigação da Polícia Civil de Goiás. 

Os envolvidos no esquema, que vem sendo chamado de Máfia dos Concursos, foram presos na segunda-feira (31). Com isso, os criminosos poderão responder também pelos crimes de evasão de divisas e de lavagem de dinheiro.

“Milhões de euros teriam sido remetidos ao exterior. A investigação trabalha para provar essa suspeita”, disse o delegado André Bottesini, da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública de Goiás (Dercap), ao site Metrópoles.

A quadrilha cobrava, em média, 20 vezes o salário mensal do cargo - as vagas mais concorridas chegavam a custar R$ 400 mil. Depois de aprovados, os contratantes costumavam solicitar empréstimos consignados para quitar a dívida.

Para conseguir burlar as provas os criminosos tinham várias estratégias: uso de cola por ponto eletrônico, celular escondido no banheiro, ou mesmo até na troca de gabaritos, com auxílio de um servidor infiltrado.

Um dos presos na operação é Ricardo Silva do Nascimento, ex-servidor da Fundação Universidade de Brasília e cedido ao Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Ele foi pego vasculhando um cofre em busca de cadernos de provas pelo sistema interno de vigilância do prédio.

Segundo a assessoria do Cebraspe, o desligamento de Nascimento ocorreu em 20 de março de 2017, mais de um mês depois do incidente. O advogado da instituição, Marcus Vinícius Figueiredo, informa que a instituição colabora com as investigações, também conduzida pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco), da Polícia Civil do Distrito Federal. Noticias ao Minuto.



Nove corpos desmembrados são encontrados dentro de apartamento - Em Tóquio.

A polícia japonesa encontrou partes de pelo menos nove corpos, sendo dois decapitados, num apartamento em Zama, na área sul de Tóquio, nesta terça-feira (31). Através das câmeras vigilância, a polícia chegou à Takahiro Shiraishi, 27 anos, inquilino do local.

De acordo com o canal estatal japonês NHK, Shiraishi afirmou à polícia: "Eu os matei e fiz algumas coisas com os corpos para ocultar as provas".

A polícia chegou ao suspeito após uma investigação sobre o desaparecimento de uma jovem de 23 anos, de Tóquio, já que os dois tinham uma ligação, indicaram fontes policiais à emissora estatal NHK.

A agência Jiji Press informou que Shiraishi declarou à polícia que cortou os corpos no banheiro. Em seu quarto, os agentes encontraram uma serra. Segundo a agência AFP, os corpos são de oito mulheres e um homem, segundo a imprensa japonesa.


Palmeiras empata e perde a chance de encostar no Corinthians.

O Palmeiras, que entrou em campo nesta segunda (30) no Allianz Parque dependendo apenas dele para ser bicampeão brasileiro, empatou o jogo sobre o Cruzeiro, em 2 a 2, e agora precisa vencer o clássico com Corinthians, domingo (5), em Itaquera, para não ver o rival abrir uma grande vantagem na tabela novamente.

Se há 11 rodadas o time alviverde estava 17 pontos atrás do líder, agora, ele está cinco. Uma vitória no dérbi coloca o Palmeiras dois pontos atrás do Corinthians, que continua dependendo de si para ficar com o título. Faltam sete rodadas para acabar o Campeonato Brasileiro de 2017.

O grande personagem do jogo foi o colombiano Borja. O atacante, que pela primeira vez no Campeonato Brasileiro jogou duas partidas seguidas, marcou duas vezes, e ainda fez um terceiro, anulado pelo árbitro Héber Roberto Lopes, que alegou falta do jogador do Palmeiras.

Depois da derrota do líder Corinthians, no domingo (29), em Campinas por 1 a 0 para a Ponte Preta, a pressão ficou toda do lado do Palmeiras, que entrou em campo sabendo que precisava vencer para encurtar de vez a diferença para o Corinthians.
Pressão que ficou ainda maior após dois erros individuais da defesa palmeirense logo aos seis minutos de jogo, que resultou no gol do Cruzeiro.
Primeiro, Mayke não cortou o cruzamento de Diogo Barbosa. A bola chegou ao meio da área e o zagueiro Juninho, sozinho, chutou contra o próprio gol.
Sob os gritos de "vamos ganhar, Porco", das quase 38 mil pessoas presentes ao Allianz Parque, o Palmeiras não se abalou e começou, com calma, a criar as jogadas de ataque, como queria o treinador Alberti Valentim.
O primeiro empate saiu aos 35 minutos de jogo. Em uma jogada pela esquerda, Egídio cruzou, Dudu quase fez de calcanhar. No rebote do goleiro Fábio, Borja, em lance de oportunismo, empurrou para as redes.
Há quatro meses, o atacante colombiano não jogava duas partidas seguidas. Ele havia jogado uma pelo Brasileiro e outra pela Libertadores. Borja vem atuando, além do fato de Valentim gostar do futebol do jogador, porque o atacante Willian, um dos artilheiros do time, está no departamento médico.
O poder de definição do atacante Robinho, que estava em campo há menos de um minuto, foi determinante para o segundo gol do Cruzeiro. A bola sobrou livre para ele na intermediária do Palmeiras. Ele arrancou sozinho e com toque sutil na saída de Prass marcou.
Com 2 a 1 contra aos 18 minutos do segundo tempo, o nervosismo passou a tomar conta do Allianz Parque, tanto dentro contra fora de campo. De forma caótica e sem um armador nato, o Palmeiras teve dificuldades de empatar o jogo, o que só ocorreu aos 40 minutos do segundo tempo.
Após lateral cobrada por Roger Guedes, a bola chegou na ponta direita para Dudu. Ele cruzou rasteiro, Borja dominou e com um chute forte, fez o seu segundo gol da noite. O sexto dele no campeonato.
Antes do segundo empate do Palmeiras, uma das únicas oportunidades na última parte do jogo ocorreu após cabeçada de Edu Dracena, aos 29 minutos do segundo tempo. Mas o goleiro Fabio deu um tapa na bola quase sobre a risca do gol. Ninguém conseguiu marcar no rebote.
PALMEIRAS
Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena (Luan), Juninho e Egídio; Tchê Tchê, Jean (Róger Guedes) e Moisés; Keno (Deyverson), Miguel Borja e Dudu. T.: Alberto Valentim
CRUZEIRO.

Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo (Digão) e Diogo Barbosa; Henrique e Lucas Romero; Rafinha, De Arrascaeta (Lucas Silva) e Thiago Neves; Rafael Marques (Robinho). T.: Mano MenezesEstádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)Juiz: Heber Roberto Lopes (SC)Cartões Amarelos: Lucas Romero e Robinho (CRU)Gols: Juninho (contra, CRU), aos 6 minutos, e Borja (PAL), aos 35 minutos do primeiro tempo; Robinho (CRU), aos 19 minutos, e Borja, aos 40 minutos do segundo tempo. Com informações da Folhapress.

Colisão entre trens deixa pelo menos 21 feridos - Na Costa Rica.

Uma colisão entre dois trens na Costa Rica deixou pelo menos 21 pessoas feridas, uma delas em estado grave, nesta segunda-feira (30). 

A colisão se deu na cidade de Santo Domingo e segundo a agência EFE, está sendo investigada pelas autoridades locais. Ainda não há informações sobre mortos. Ainda de acordo com a agência EFE, nos trens estavam cerca de 200 passageiros em cada um. Ambos faziam o trajeto entre Heredia e a capital do país, San José.

Recorrente.

Em abril do ano passado ocorreu um acidente similar entre dois trens em San José com um saldo de 106 pessoas feridas. Já no último dia 2 deste mês, sete pessoas se feriram quando outros dois trens se chocaram na capital. G1.

Investigações apontam que quadrilha tentava fraudar todos os concursos públicos - No Brasil.

A Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (Deco), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), informou que a quadrilha investigada na segunda etapa da Operação Panoptes, deflagrada nesta segunda-feira (30), tentou fraudar concursos públicos e vestibulares de todas as bancas, não se restringindo apenas aos concursos promovidos pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) - o antigo Cespe, da Universidade de Brasília. 

Há suspeitas de que eles tentariam fraudar também o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mas até o momento isso ainda não foi oficialmente confirmado. De acordo com os investigadores, no caso de vestibulares, a quadrilha cobrava entre R$ 80 mil e R$ 160 mil. Já no caso dos concursos públicos, o valor cobrado era de 20 vezes o valor do salário a ser recebido. 

“Muitos davam um sinal entre R$ 10 mil e R$ 20 mil e, depois de assumirem o cargo, faziam empréstimos consignados para pagar o restante”, explicou o delegado Maurilio Coelho Lima, da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco). Segundo o delegado-chefe adjunto da Deco, Adriano Valente, o chefe da quadrilha é Hélio Ortiz, preso desde a primeira etapa da operação. “Eles tentavam fraudar todos os concursos, não apenas o Cebraspe. 

Todas as bancas de todos os concursos sofreram tentativas de fraudes. Todos serão objetos de medidas mais duras pela Polícia Civil do Distrito Federal”. Até o final da manhã de hoje (30), três dos cinco mandados de prisão preventiva já haviam sido cumpridos. Um deles é Ricardo da Silva Nascimento, um ex-funcionário do Cebraspe que já havia sido demitido por suspeitas de participação nessa organização. 

Ricardo trabalhava no Cebraspe desde 2014, e vinha sendo investigado desde 2016. “É muito importante frisar que o Cebraspe não participa dessa organização criminosa, e que vem colaborando desde o início, trazendo todas informações necessárias para que pudéssemos pedir a prisão preventiva do Ricardo, que era responsável por digitalizar os gabaritos das provas", disse o delegado Valente. 


Valente informou que só nas contas de Ricardo foram movimentados cerca de R$ 1 milhão com essas fraudes em 2016. “Ele recebia o gabarito e, antes de digitalizá-los, preenchia as questões com a resposta correta”, acrescentou. 

De acordo com o delegado, também foram alvo de prisão preventiva Weverson Vinícius da Silva que, segundo os investigadores, aliciava candidatos a pagarem pela aprovação. Valente citou o nome de outras duas pessoas - Alda Maria de Oliveira e Milson Iran da Silva - que, por terem colaborado com as investigações, já foram colocadas em liberdade. “Eles aliciavam candidatos voltados a vestibulares, em especial para o curso de medicina”. 

Segundo o delegado Lima, da Deco, os criminosos não tinham o menor pudor para oferecer as vagas. “Eles ofereciam [as vagas] até para pessoas que viam nas ruas com apostilas no braços. Muitos desses abordados disseram se sentir intimidados. Afinal, estudavam há muito tempo e tinham medo de não passar. Com isso acabaram aceitando a proposta”, disse. 

“A PCDF vai chegar em todos que fraudaram e que entraram pela porta dos fundos em concurso públicos. Inclusive estamos abertos para quem quer evitar o constrangimento de ser conduzido na frente de familiares ou de colegas de trabalho. 

Nossa sugestão é que nos procurem antes que isso aconteça, porque temos algumas confissões que explicaram todo o passo a passo”, acrescentou o investigador. Segundo Valente, há “mais de 100 suspeitos praticamente confirmados. Alguns dos ouvidos, inclusive, já confessaram o cometimento do crime".Em Goiás foi preso André Luiz dos Santos Pereira, que teria comprado vaga para um dos certames. 

De acordo com os delegados, André também está envolvido com o caso da moeda virtual Kriptacoin, investigada no âmbito da Operação Patrik. “Depois de se envolver com a quadrilha [para adquirir uma vaga em concurso público], André se interessou e passou a ajudar Ortiz, também aliciando outros candidatos. 

Mais recentemente, ele atuou de forma mais próxima a Ricardo. André cresceu nessa organização. Inclusive parte do dinheiro obtido por ele com a fraude em concursos foi investida na Operação Kriptacoin”, informou o delegado Valente. 

De acordo com a PCDF, foram pedidos cinco mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e oito conduções coercitivas. Também estão sendo feitas buscas em 16 endereços localizados em Goiânia e em cinco regiões do DF. A primeira fase da Operação Panoptes foi deflagrada em agosto. Agência Brasil.